The First Wheel – Urdhva Dhanurasana

Translation to English coming soon! I started this blog in Portuguese, but have changed my mind on the way, so soon I will translate all the old posts 🙂

A Primeira Ponte – Urdva Dhanurasana

Hoje voltei mais feliz e realizada do que nunca da aula de yoga, como contei no primeiro post do blog sou uma super iniciante na prática e tenho várias dificuldades por não ter muita flexibilidade e força. Mas eu acredito que nada disso deve ser um empecilho, afinal o Yoga pra mim é sobre conhecer a si mesmo, aprender seus limites e com o tempo de pratica sei que o aperfeiçoamento das posições virá naturalmente.

Today I came back from my yoga practice feeling even more fulfilled than normally, as I said on my first post I am a begginer on Yoga practice and

Foi exatamente isso que aconteceu hoje na minha aula, como disse desde Março prático Ashtanga Yoga na Yoga School Berlin que fica pertinho de casa. Lá eu sempre frequento a aula de Ashtanga Basic que tem algumas variações mais fáceis das posições normais, assim os alunos iniciantes vão evoluindo com o tempo.

Na seqüência final sempre fazemos um exercício de levantamento de quadril e fortalecimento das costas pra se preparar para a Urdhva Dhanurasana, que é a posição do Arco Invertido, também conhecida como Ponte. Geralmente repetimos o exercício 3 vezes e as pessoas mais avançadas na terceira acabam fazendo a Ponte. Eu já tinha tentado umas vezes mas nunca sai do chão pois até então não tinha muita forca no braço e nas costas, mas hoje foi diferente… Decidi tentar sem muitas expectativas e do nada percebi que havia me levantado. Foi uma sensação maravilhosa, me senti realizada! Claro que não fiquei lá em cima por muito tempo, mas foi incrível enquanto durou.

 

Hoje voltei mais feliz e realizada do que nunca da aula de yoga, como contei no primeiro post do blog sou uma super iniciante na prática e tenho várias dificuldades por não ter muita flexibilidade e força. Mas eu acredito que nada disso deve ser um empecilho, afinal o Yoga pra mim é sobre conhecer a si mesmo, aprender seus limites e com o tempo de pratica sei que o aperfeiçoamento das posições virá naturalmente.

Foi exatamente isso que aconteceu hoje na minha aula, como disse desde Março prático Ashtanga Yoga na Yoga School Berlin que fica pertinho de casa. Lá eu sempre frequento a aula de Ashtanga Basic que tem algumas variações mais fáceis das posições normais, assim os alunos iniciantes vão evoluindo com o tempo.

Na seqüência final sempre fazemos um exercício de levantamento de quadril e fortalecimento das costas pra se preparar para a Urdhva Dhanurasana, que é a posição do Arco Invertido, também conhecida como Ponte. Geralmente repetimos o exercício 3 vezes e as pessoas mais avançadas na terceira acabam fazendo a Ponte. Eu já tinha tentado umas vezes mas nunca sai do chão pois até então não tinha muita forca no braço e nas costas, mas hoje foi diferente… Decidi tentar sem muitas expectativas e do nada percebi que havia me levantado. Foi uma sensação maravilhosa, me senti realizada! Claro que não fiquei lá em cima por muito tempo, mas foi incrível enquanto durou.

Chegando em casa depois da aula tentei novamente só pra ter certeza que tinha acontecido, e consegui de novo, estava comprovado eu podia fazer pontes agora.

Claramente ainda preciso de muita pratica pra aperfeiçoar a posição, mas tirei uma lição muito valiosa dessa experiência: a comprovação de que tudo é possível quando praticarmos. O importante é não desistir nunca!

yoga_practice

 

 

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s